Culte lançará criptomoeda para atender ao mercado da agricultura familiar

Saímos no Canal Agtrech Garagens News, falando sobre o projeto da Cultecoin onde a Culte lançará criptomoeda para atender ao mercado da agricultura familiar.

De fato, a cultecoin vai permitir aos pequenos produtores vender seus produtos sem intermediários, obter empréstimos e ter acesso a uma conta digital.

A Culte, startup brasileira que oferece soluções para potencializar as vendas de agricultores familiares, está prestes a lançar a cultecoin.

Dessa forma, a criptomoeda da startup permite a pequenos produtores vender seus produtos sem intermediários. E obter recursos para alavancar seus negócios e ter acesso a uma conta digital, que facilita a geração de links de pagamento e emissão de boletos. 

Em princípio, disponibilizar-se-á no mercado 21 milhões de tokens, ao custo de US$ 0,05 cada. O que corresponde a 10% da oferta total que a startup pretende disponibilizar nos próximos 50 meses.

O token segue o padrão da rede Binance Smart Chain, e 20% deles, ou 42 milhões, serão reservados para negociação em bolsa a partir de 2022. O valor total dos tokens hoje é de US$ 10,5 milhões.

Portanto, as criptomoedas cultecoin poderão ser utilizadas em operações dentro do marketplace da startup.

Serviços da Culte

Entre seus serviços, a Culte oferece:

  • Uma loja online para os produtores;
  • Conta digital;
  • Emissão de boleto;
  • Pagamento em cartão de crédito por link;
  • E empréstimos.

Dessa forma, apenas os detentores dos tokens cultecoin terão acesso às áreas exclusivas do marketplace da empresa. Lá o agricultores, agroindústrias e fornecedores de insumos disponibilizarão seus produtos para comercialização em condições

Claudio Rugeri – CEO da Culte

Em suma, Cláudio Rugeri, CEO e co-fundador da Culte, explica que a tokenização possibilitará que milhares de agricultores familiares tenham acesso direto a um pool de compras. Dessa maneira, junto aos consultores técnicos e fornecedores de insumos, implementos, equipamentos e novas tecnologias agrícolas capazes de melhorar a produtividade e o padrão na produção. 

“Com o valor dos tokens, vamos comprar suprimentos para um grupo de agricultores. Assim, esperamos conseguir preços melhores, enquanto os agricultores também podem vender diretamente seus produtos e comprar o que precisarem sem intermediários”

Por fim, como vantagens para o comprador, pessoa física ou jurídica, a plataforma oferece a verificação da procedência dos itens comercializados e a possibilidade de compra com entrega futura programada. 

Veja essa matéria na integra no site Agtech Garagens News!!

Leia também: Metaverso e a popularização das criptos no Agronegócio

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.