Pecuária extensiva e intensiva: Qual a diferença?

Nesse Artigo, nós da Culte iremos falar sobre a pecuária extensiva e a intensiva, acompanhe.

A pecuária no contexto geral, consiste na atividade que envolve a criação de animais com a finalidade de comercialização, tanto dos animais, como de matérias primas tais quais carnes, leite, couro, entre outros produtos advindos da espécie animal.

Ou seja, toda atividade que envolva confinamento, tratamento e manuseio de animais de forma coletiva será determinada como uma atividade pecuária.

Dessa forma, podemos ter sistemas de pecuária extensiva ou intensiva, onde trabalham com espécies como os bovinos, equinos, caprinos, ovinos e suínos.

Na Culte possuímos uma plataforma financeira que disponibiliza uma série de serviços para auxiliar o produtor pecuário em seus negócios. Entre em nosso site e descubra o que podemos fazer por você.

My default image

Importância da pecuária para a economia brasileira

Decerto, o Brasil pode ser considerado um país industrializado, mas mesmo nesse cenário, o setor agropecuário tem um peso muito grande na economia nacional.

Afinal, o Brasil figura tranquilamente entre os principais produtores de carne bovina entre todas as nações. Além disso, aqui está o maior rebanho comercial do mundo. Ou seja, a agropecuária representa uma fatia muito relevante do Produto Interno Bruto (PIB) do país além de gerar milhões de empregos, direta ou indiretamente.

Leia também: PECUÁRIA: As principais práticas no Brasil

Pecuária extensiva ou intensiva

e acordo com tamanha importância que o setor tem, tanto internamente quanto externamente, a atividade pecuária se estende por todo o território brasileiro. Mas dentro da atividade existem diferentes práticas. Desse modo, vamos entender melhor sobre os sistemas extensivo e intensivo.

– Pecuária extensiva

Esse sistema chamado de pecuária extensiva consiste na forma mais tradicional referente a criação de gados. Como resultado, representa a maior parte das atividades agropecuarista aqui no Brasil.

Chama-se extensiva pois realiza a criação de animais em áreas grandes, em pastos extensos onde o gado é deixado livre. Tem como finalidade a comercialização, que pode ser realizada por meio da venda de carne e couro.

A pecuária extensiva se apresenta com um apelo comercial forte: O baixo investimento. Ao se criar os animais em pasto extenso, o gado pode adquirir os nutrientes necessários para se desenvolver, e dessa maneira a produção fica mais barata. Já que os animais usam os recursos naturais da região onde estão inseridos.

Entretanto, esses minerais sozinhos não são o bastante, de forma que há a necessidade de fazer alguma suplementação na alimentação do gado, além de verificar a oferta de água, caso o terreno não conte com rios e lagoas naturais.

Mas existem outros pontos que o produtor tem que prestar atenção ao lidar com criação de gado.

Os terrenos precisam ocupar áreas grandes, ou seja, o gado precisa de muito espaço e ao usar todo esse espaço, podem ser gerados problemas ambientas decorrentes a degradação do pasto.

Outra questão envolvendo espaço é que o gado se espalha. Dessa forma, o monitoramento do desenvolvimento desses animais fica muito mais difícil.

Como resultado, o controle da produtividade não acontece da melhor forma, portanto os animais tornam-se menos lucrativos do que poderiam ser.

– Pecuária intensiva

Já essa modalidade se firma como o oposto da pecuária extensiva.

Primeiramente porque não há a necessidade de espaço amplo para criação do gado. Eles são direcionados para espaços menores em um sistema único de confinamento. Dessa forma, separa-se o gado em lotes de tamanho restrito, podendo ser em piquetes, currais ou baias.

Esse sistema tem como finalidade vários tipos de segmentos, desde o gado de corte como o gado de leite.

Se não há pastos, os animais precisam se alimentar de alguma forma, certo?
A alimentação nesse caso se dá por meio de cochos, incluindo-se uma dieta balanceada que visa desenvolver as necessidades específicas daquele tipo de gado.

Ou seja, se for o caso do gado de leite, a dieta foca em aumentar a produção de leite nas vacas. Se estivermos falando sobre o gado de corte, se trabalha para diminuir o tempo necessário para que o animal alcance o peso ideal para o abate.

Outra vantagem que o sistema entrega, está no controle dos animais. Já que estão confinados, fica mais fácil verificar as questões referentes a saúde, a alimentação, desenvolvimento e como consequência, a produtividade.

Dessa forma, o animal torna-se mais produtivo e rentável para o produtor pecuário, de forma a potencializar seus lucros.

My default image

Leia também: Dicas de sucesso financeiro com a pecuária

Tecnologia no sistema intensivo

Para produzir de forma eficiente em espaços pequenos, a tecnologia se alia a esse sistema de criação.

Como exemplo, a manipulação genética atua como uma técnica muito utilizada nesse tipo de sistema pois tem como finalidade desenvolver o gado de maneira mais vantajosa e com melhorias para o produtor pecuário.

Assim sendo, essa técnica permite o desenvolvimento de animais com mais resistência a doenças, carne mais macia e saborosa, incentiva uma maior produção de leite, atua no ganho de peso em pouco tempo, entre outras ações.

A inseminação artificial também aparece como uma técnica que complementa a manipulação genética. Assim sendo, aplica-se o sêmen dos bois no útero das vacas, evitando o contato direto entre os animais e reduzindo o tempo que esse processo levaria naturalmente.

Dessa forma, os produtores pecuários escolhem a melhor genética para o gado, além de controlar a disseminação de doenças infectocontagiosas entre os animais.

Mas atenção, esses procedimentos devem ser feitos pela atuação em conjunto do médico veterinário e de um agrônomo. Ou seja, a pecuária intensiva demanda mão de obra qualificada, assim como observação constante do rebanho.

De tal forma que há um maior investimento por parte do produtor, não só pelo emprego de tecnologias focadas em melhorias genéricas, mas também para o acompanhamento de profissionais formados em Zootecnia, em Agronomia, Engenharia Agronômica e em Medicina Veterinária, que são requisitados pela pecuária intensiva.

Leia Mais: Tecnologia no campo: 6 ideias que estão mudando o agro

Maiores diferenças

Em resumo, quais são as diferenças entre a pecuária extensiva e a intensiva?

Na pecuária extensiva, o foco é o espaço. Assim sendo, o gado é deixado livre em pastos muito amplos. O monitoramento do gado é mais difícil por estar espalhado e isso impede que a avaliação de nutrição e controle da saúde sejam feitos com frequência. Entretanto, tem um baixo investimento porque não utiliza tecnologia e não precisa de grandes adaptações no terreno, além de dispensar profissionais especializados. Como resultado, indica-se para a pecuária de corte.

Na pecuária intensiva, o gado fica confinado em espaços restritos ou semi restritos. Com a ajuda de procedimentos tecnológicos, fica mais fácil monitorar os animais e maximizar a produtividade. Entretanto, necessita de mão de obra especializada, fato que aumenta o custo de produção. Quanto menor o espaço, melhor o controle de nutrição do gado, essa modalidade é indicada para a atividade de pecuária leiteira.

Vantagem da pecuária extensiva

  • Baixo investimento em recursos e tempo.

Desvantagens da pecuária extensiva

  • Baixa produtividade;
  • Difícil controle do gado;
  • Disponibilidade de amplas áreas;
  • Necessidade de suplementação mineral.

Vantagens da pecuária intensiva

  • Melhor seleção do gado;
  • Modernização e uso de tecnologias;
  • Maior controle dos animais;
  • Melhor nutrição dos rebanhos;
  • Pequena área é suficiente para as criações.

Desvantagens da pecuária intensiva

  • Alto investimento em tecnologia;
  • Custo alto de mão de obra qualificada.

Em resumo, há diferenças entre a pecuária extensiva e a intensiva, mas isso não significa que uma seja melhor que a outra. O que difere é quanto investimento o produtor pode fazer e quanto espaço ele dispõe, assim como o tipo de gado ele pretende manusear.

Além de conteúdos informativos como esse, a Culte tem diversos serviços financeiros focados nas necessidades do produtor rural. Entre em nosso site e conheça nossas condições de empréstimo pessoal.

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.