My default image

O ar está fresco e úmido. Conseguimos respirar facilmente. Mas há poucos meses atrás a situação era bem diferente. 

Portanto, os impactos da última seca se espalham de Norte a Sul do país. De fato, as queimadas tomaram proporções inimagináveis, consumindo tudo aquilo que via pela frente, incluindo as áreas rurais do Pantanal brasileiro, as maiores áreas úmidas do planeta.  

Ações em iniciativas de prevenção, conscientização e combate a incêndios estão sendo adotadas desde então, como é o caso do PRO-PANTANAL, uma iniciativa entre SEBRAE Mato Grosso e SEBRAE e Mato Grosso do Sul. 

Se como produtor você foi afetado pelos incêndios, continue com a Culte para descobrir mais sobre o projeto PRO-PANTANAL. 

Leia também: Boas práticas na criação de caprinos e ovinos na pandemia

My default image

De onde surgiu a ideia do  PRO-PANTANAL?

Como dito anteriormente, o programa visa a recuperação do bioma mais afetado pelas duras queimadas dos últimos meses. Além do SEBRAE, a iniciativa conta com o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). 

O anúncio do PRO-PANTANAL  não ameniza as perdas, porém traz esperança para os milhares de produtores que tiveram suas produções paralisadas e até mesmo arruinadas por conta do fogo.

Basicamente, o programa irá fomentar a recuperação econômica no bioma, ou seja, estimular a retomada das atividades. 

Além disso, o PRO-PANTANAL também pretende reduzir os impactos das queimadas na economia local.

Vale lembrar, que o programa irá atuar em consonância aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Nesse sentido, o objetivo é aumentar a produtividade e a competitividade nos negócios de turismo, agronegócio e criativa, promovendo o empreendedorismo e a sustentabilidade na planície pantaneira.  

De fato, o Pantanal é uma área úmida, porém a chegada da seca, a presença de ventos fortes e as altas temperaturas são o transforma no ambiente “perfeito” para queimadas criminosas. 

E é aí que que a beleza desse rico bioma muda drasticamente esse cenário. O fogo se alastra e devasta não apenas produção de comunidades ribeirinhas, mas também a vida animal e vegetal. 

As Baias secaram, as onças morreram e os caranguejos ficaram vulneráveis e os ratos fugiram para as casas. 

O desequilíbrio ecológico foi enorme, e apesar da chegada da primavera, a comunidade ainda sente os danos do fogo. 

Leia também: Barter: Uma alternativa para a distribuição agrícola

Como o PRO-PANTANAL irá atuar?

O PRO-PANTANAL deu voz ao povo pantaneiro! O foco, inicialmente, foi compreender a dificuldade desses grupos, a fim de ajudar os ribeirinhos e pequenos agricultores rurais atingidos pelos incêndios a desenvolverem novos negócios e novas formas de produção. 

Afinal, é necessário tornar a comunidade independente, para que as famílias consigam ter qualidade de trabalho e qualidade de vida sem precisar sair da comunidade. 

De acordo com o Sebrae, a região possui 32 mil pequenos negócios, 20 mil propriedades rurais e 3.500 pescadores nos estados de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

O programa também irá realizar estudos e capacitação nos próximos anos, visando o equilíbrio social, econômico e ambiental! 

Outras iniciativas são: 

  • Integração de ações entre o Mato Grosso e Mato Grosso do Sul
  • Ações integradas entre Brasil, Bolívia e Paraguai
  • Oportunidades para o desenvolvimento dos pequenos negócios
  • Colaboração de parceiros estratégicos como prefeituras, cooperativas, ONGs, instituições de pesquisas e de ensino.

Em sua mais recente declaração, a ministra Tereza Cristina diz que:

“Temos que fazer o Pantanal desenvolver todo o seu potencial de biodiversidade (…), está passando da hora de nos aprofundarmos no Pantanal. E nas atividades que podem ser desenvolvidas lá”,

Assim, o PRO-PANTANAL irá identificar oportunidades promissoras e de acesso aos mercados nacional e internacional.

My default image

Como a Culte pode ajudar os agricultores ribeirinhos?

De fato, a dificuldade na obtenção de crédito ainda é uma das principais barreiras. Assim, nessas horas, contar com o apoio de um parceiro completo que irá facilitar as transações e trocas de insumos por produtos é fundamental. 

E esse é o papel da Culte. Afinal, oferecemos os melhores serviços para você investir no seu pequeno negócio ou produção, independente do segmento escolhido. 

Dessa forma, colocamos à sua disposição conta digital, financiamento pessoal agrícolas, marketing place.

Para saber tudo o que a Culte pode fazer por você, clique aqui!

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

My default image