My default image

Produtos Orgânicos: O que são? Vamos entendê-los?

A agricultura é o setor primário da economia, e uma das suas vertentes é a dos Produtos Orgânicos. O agricultor cultiva o solo de forma sustentável, tomando cuidado para não prejudicar o ecossistema e o solo. Todavia, ele precisa seguir uma série de parâmetros para que a sua produção seja considerada orgânica.

Nesse artigo, a Culte explica o que um produto precisa “ter” para ser vendido como orgânico, afinal, é uma categoria diferenciada.

Acesse nosso site e saiba mais sobre nossos serviços, e em que podemos ajudar com sua plantação de orgânicos. Aqui na Culte, mais do que conteúdos informativos, temos financiamento pessoal disponível com a finalidade de ajudar os pequenos agricultores a cultivar e a vender mais, crédito com taxas diferenciadas para produtores de orgânico, entre em nosso site e veja os nossos serviços financeiros disponíveis para lhe auxiliar.

My default image

Produto orgânico

Para que um produto seja orgânico, o produtor deve:

  • Proteger os recursos naturais nas suas terras;
  • Respeitar as características socioeconômicas e culturais da comunidade local;
  • Preservar os direitos dos trabalhadores envolvidos;
  • Não utilizar organismos geneticamente modificados nem químicos sintéticos.

Em resumo, o produto orgânico deve vir de um sistema orgânico de produção, ou de um processo de extração sustentável que não prejudique o a natureza do local onde ele esta sendo produzido e cultivado.

Principalmente, o produto orgânico é aquele cultivado sem agrotóxicos e sem adubos químicos, em conformidade com a lei e respeitando o ecossistema.

Leia também: Legislação de Produtos Orgânicos no Brasil

Lei nº 10.831 – A Lei do Orgânico

Essa lei nº 10.831 é a que regulamenta os produtos orgânicos no Brasil.

De fato, ela determina a produção, o armazenamento, a rotulagem, o transporte, a certificação, a venda e a fiscalização. Portanto, é a lei principal sobre o tema.

Quando algo é produzido de acordo com essa lei, o Ministério da Agricultura emite um selo atestando que o produto é orgânico.

Veja também: Regularização da Produção Orgânica

Permissão para comercialização

Dessa forma, para regulamentar os produtos orgânicos vendidos no mercado, órgãos credenciados ao Ministério da Agricultura têm a permissão de regularizar produtos orgânicos para a comercialização.

Os produtos que dispensam essa credencial são aqueles cultivados por agricultores familiares cadastrados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, já que comercializam os produtos orgânicos diretamente para seus clientes locais.

Veja também: Certificação de Produtos Orgânicos: O que é?

Cadastro de produtos orgânicos

De fato, o produtor deve ter o Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos.

Todavia, são encaixados nesse cadastro somente os produtores que exercerem as seguintes atividades:

  • Certificação por Auditoria;
  • Sistema Participativo de Garantia;
  • Controle Social na Venda Direta.

Esse tema abordaremos no futuro em outro artigo da Culte. Acompanhe nosso blog para ler todos os nossos conteúdo!

My default image

Finalidade dos produtos orgânicos

A fim de trazer produtos mais saudáveis para a mesa dos brasileiros, o governo criou a lei dos orgânicos e suas credenciais.

Só para ilustrar, listamos os benefícios da prática da agricultura orgânica:

  • Oferecer produtos saudáveis sem o uso de agrotóxicos: vantagem tanto para quem consome quanto para quem produz;
  • Preservar a diversidade biológica, respeitar o meio ambiente, as espécies em extinção e não contaminar o solo.
  • O uso de produtos e processos que trabalham na fertilidade do solo e então, promovem o desenvolvimento e equilíbrio da atividade biológica do solo;
  • Empregar práticas que consistem no uso saudável do solo, da água e do ar, com a finalidade de reduzir ao mínimo, todas as formas de contaminação e desperdícios desses elementos no trabalho agrícola;
  • Promover relação de trabalho mais humana.
  • Estreitar a relação entre produtores, comerciantes e consumidores finais, que conhecem as etapas do trabalho e confiam em produtores orgânicos.
  • Reciclar resíduos de origem orgânica, dessa forma, reduz a quantidade de recursos não renováveis.
  • Usar de boas práticas de manuseio e processamento, com o propósito de manter a integridade orgânica e as qualidades vitais do produto, em todas as etapas, que vão da produção até chegar ao consumidor;
  • Um bom manejo da produção, garante o bem-estar dos animais envolvidos na prática.

Leia também: Produção Rural: Como melhorar a Produtividade

Por fim, além de conteúdos informativos, também temos opções em relação a empréstimos e soluções para te ajudar a vender mais.

Podemos ajudar no seu projeto! Entre neste link e conheça nossos serviços financeiros.

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

My default image