Profinor: Entenda tudo sobre o programa no Nordeste

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento lançou no dia 29 de abril o Programa de Fomento à Agricultura Irrigada no Nordeste (Profinor). 

Antes de tudo, como você sabe, a região nordeste é marcada pela seca. Portanto, podemos dizer que, produzir nessas condições pode se tornar uma batalha. Sobretudo porque muitas vezes o tempo não ajuda, então o jeito é fazer chover.

Portanto, o programa vem para estimular o crescimento da agricultura irrigável nordestina e outras regiões que também sofrem com a estiagem. 

Nós da Culte, estamos sempre atentos a esses agricultores, oferecemos uma linha de crédito para ajudar  no campo, tanto com capital de giro, como para melhoramento em sua propriedade. Acesse e conheça mais!!!

Leia também: Selo Nacional de Agricultura Familiar: Vitrine de vendas

My default image

O programa Profinor

A iniciativa do projeto é promover o desenvolvimento sustentável de toda Região Nordeste, mas também no norte de Minas Gerais e norte do Espírito Santo. 

Uma estratégia construída em parceria com o Banco do Nordeste (BNB), Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e Pronaf (para agricultores familiares).

Segundo a ministra, Tereza Cristina, o programa contará com financiamentos de R$ 900 milhões entre 2021 e 2024, apenas para aplicação em projetos de irrigação ou expansão e aperfeiçoamento de áreas que já contam com esse sistema. 

Dessa forma, o Profinor traçou algumas metas a serem atingidas até o final de 2024, dentre elas, a de incremento de 80 mil hectares irrigados.

Leia também: Pronaf Banco do Nordeste: Conheça taxas e condições

Profinor e as linhas de créditos diferenciadas 

Os recursos oferecidos terão taxas de juros que podem variar de 4,38% a 4,78% ano, conforme o porte do produtor (pequeno, médio, grande) e com bônus para quem não atrasar o pagamento das parcelas.

Portanto, como produtor rural participante do programa, além do acesso facilitado aos recursos, você também terá outros benefícios como: 

  • Orientação técnica;
  • Emprego de tecnologia de irrigação;
  • Práticas para uso eficiente da água;
  • Utilização de energias alternativas.

Dessa forma, com acesso ao crédito e orientações de especialistas, o produtor poderá instalar ou trocar equipamentos de irrigação por outros mais eficientes.

Entre os itens que poderão ser financiados pelo Profinor estão:

  • Sementes e mudas para cultivos irrigados;
  • Implantação das culturas sob irrigação;
  • Insumos;
  • Bombas e equipamentos para manejo da agropecuária irrigada. 

Leia também: Crédito pessoal: O que é e como contratar?

Irrigação 

Boa parte do plantio no Brasil conta com irrigação. A água utilizada vem dos reservatórios, ou seja, isso possibilita que mesmo em áreas que sofrem com a falta de chuvas, seja possível plantar durante o ano todo. 

Segundo o Atlas da Irrigação, pelo menos 49,8% das aguas que estão disponíveis em reservatórios são destinadas para a irrigação. Em outras palavras, 29,7 trilhões de litros de água ao ano.

Vantagens da Irrigação

Algumas vantagens em relação ao uso da irrigação quando comparada a agricultura são:

  • O aumento da produtividade da cultura de duas a três vezes mais em relação ao sequeiro;
  • Crescimento da renda do produtor rural e a queda progressiva dos ricos na produção;
  • Solo com “maior vida útil”;
  • Práticas que estimulam o acesso às novas tecnologias e aumento da assistência técnica;
  • Maior equilíbrio na oferta e regularidade de produtos, por exemplo, arroz, feijão, trigo, batata, etc;
  • Abertura de novos mercados. 

Transformações 

Segundo o ministério da Agricultura, o programa poderá melhorar a produtividade do semiárido. 

O Profinor vai proporcionar uma maior oferta de alimentos, diferenciação de produtos. E também impulsionar produtos que ainda são bastantes escassos no Nordeste, como o milho e hortaliças,” ressaltou Gustavo Goretti, diretor do Departamento de Produção Sustentável e Irrigação/MAPA.

De fato, o governo também vai trabalhar para eliminar alguns gargalos que atrapalham o acesso dos produtores aos financiamentos. Entre eles, a regulamentação fundiária e um sistema mais ágil para análise de pedido de uso da água.

My default image

Profinor e o cenário atual 

De acordo com o censo agropecuário de 2017 e da Agência Nacional de Águas e Saneamento, a área irrigada no Brasil é de aproximadamente 7 milhões de hectares, o que corresponde a apenas 3% da área usada pela agricultura.

Enquanto isso, a média mundial de área irrigada e agricultura de sequeiro é de 20%. Com o novo programa de irrigação, a expectativa é a transformação de muitas áreas.

A gente vê o Profinor como um incentivo, como uma solução para esses municípios que ainda não estão desenvolvidos”, comenta Davi Marcelino Almeida, presidente do sindicato de Produtores Rurais de Barreiras/Ba.

A princípio, 29,7 trilhões de litros de água ao ano são usados exclusivamente para irrigação no país. Ainda que seja uma grande quantidade de água destinada para este fim, a técnica de irrigação não manifesta ameaça de escassez ao usuário comum, ou seja, a população. 

Visto que para utilizar recursos hídricos, o irrigador necessita de uma autorização.

Afinal, é preciso pontuar que ocorrem desperdícios, e a causa principal para que isso aconteça é a utilização de sistema antigos, falta de monitoramento e falta de manutenção. 

Por isso, o ideal é que o produtor busque técnicas de manejo atualizadas com inovação e tecnologia e possa contar com assistência técnica especializada. 

De acordo informações do Atlas da Irrigação, os estados mais expressivos quando se trata de aumento de áreas irrigadas são os da região Sul e Sudeste. 

De fato, o programa Profinor chega em uma boa hora para o Nordeste, com linhas de créditos diferenciadas, suporte e tecnologia para expandir as áreas irrigadas e modernizar os sistemas que já estão ultrapassados.

A expectativa é de que até 2040, os números de hectares irrigados em todo o país aumentem em até 75% em relação à realidade atual.

O que podemos fazer por você

Acima de tudo, aqui na Culte a prioridade é nosso agricultor, que produz o alimento que entra em nossas casas. E sempre buscamos ajudá-lo da melhor forma possivel.

Não apenas, além de oferecer o melhor empréstimo pessoal, também temos as melhores dicas para como aplicar, gerir e produzir mais com o seu dinheiro na sua propriedade rural e um Blog exclusivo falando sobre o agro é só clicar aqui. Assim, conosco, o pequeno produtor nunca está sozinho!

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.