Saímos na Mídia: Metaverso e a popularização das criptos no Agronegócio

My default image

Estamos aqui para passarmos duas matérias onde saímos nas mídias, falando sobre o Metaverso e a popularização das cripto no Agronegócio e queremos que nos acompanhe a seguir.

No Blog da Comex Do Brasil, nossa Co-fundadora Bianca Ticiana fala:

“O Metaverso é hoje o assunto mais debatido no setor de tecnologia, e não é para menos. De fato, ele vai transformar a forma como as pessoas pensam suas estratégias e fazem negócios, já que está reunindo inúmeras possibilidades ao somar o mundo virtual ao físico“.

Em suma, é tanta inovação que fica até impossível prever com exatidão como serão as atividades comerciais em longo prazo – e quando digo longo prazo, refiro-me ao futuro de apenas quatro ou cinco anos. De fato o Metaverso e a popularização das cripto no Agronegócio tem muito chão pela frente.

Destaque também damos a reportagem para o Blog AgroRevenda, onde a mesma fala que:

Já existem muitas iniciativas no Metaverso voltadas para beneficiar o setor de Agronegócios, como por exemplo o programa Farming Simulator 22. Ele replica o dia a dia do campo para os gamers através de desafios, como cuidar da lavoura e da criação, incluindo percalços relacionados ao clima e a outros aspectos do planejamento, levando em conta o calendário da safra desde o plantio até a colheita, por exemplo. Ou seja, através do jogo, a pessoa vive um mundo paralelo de agropecuária, com diversas opções de maquinário e ferramentas disponíveis no mundo físico, o que permite parcerias que unem o virtual e o físico, também conhecido como meio phygital.

A popularização do Metaverso e dos NFTs

A popularização dos NFTs e das criptomoedas por meio do Metaverso vai possibilitar que milhares de agricultores (principalmente os familiares) tenham acesso direto a consultores técnicos e fornecedores de insumos, implementos, equipamentos e novas tecnologias agrícolas capazes de melhorar a produtividade e o padrão na produção. Assim, espera-se conseguir preços melhores, já que os agricultores também poderão vender diretamente seus produtos e comprar o que precisarem sem intermediários.

Portanto, a tendência também é que os empréstimos tradicionais sejam substituídos pelo sistema barter, comum entre os grandes produtores. Com o Metaverso, esta possibilidade se torna cada vez mais real para os pequenos, inclusive sem cobrança de juros.

De fato, o Agro só tem a ganhar. Antes de mais nada é nós, que trabalhamos com tecnologia, estamos correndo contra o tempo para acompanhar as demandas e oferecer inovações aos agricultores neste mundo de possibilidades o mais rápido possível.

Bianca Ticiana é fundadora da Culte.

Temos a reportagens completa em nosso Canal Culte. LEIA AQUI!!

Enfim, a popularização do Metaverso e das NFTs estão acontecendo, existe um caminho a seguir e muito á descobrirmos juntos e queremos que venham conosco nessa nova jornada da Culte. Estamos trabalhando para que nosso Metaverso seja inovador e que dê uma experiência única aos nossos clientes.

Acompanhe nosso Canal Culte e receba mais novidades!!

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.